Florence + The Machine levanta questões profundas sobre a vida em “High As Hope”

E se tem uma coisa que eu amo ver na música, é quando um artista transforma todos os sentimentos em hinos de coragem e mostram a esperança através das dificuldades que já passaram ou ainda passam, suas melodias podem encorajar muitos a passar por momentos sombrios da vida e vemos como isso é importante, eles fazem a música ser mais do que apenas batidas misturada com a voz. Um desses artistas que solidificam seus sentimentos é Florence + The Machine, a banda que destaca Florence Welch, nos entregou mais uma obra marcante que vem embalada com muitas mensagens de amor e esperança de dias melhores para cada um, afinal, somos únicos.

Desta vez, podemos esquecer aquele mistério e desespero que ouvíamos nas composições de Lugs ou Ceremonials, ela é bem mais direta agora. Florence mostra que todo mudou, aquela expressão avassaladora que havia em How Big, How Blue, How Beautiful se transformou no seu trabalho atual, High As Hope mostrando seriedade e o seu crescimento pessoal. A banda chegou flertando com o rock extravagante bem de leve em algumas canções, e Florence mostra uma presença de palco bem maior que antes, revelando momentos da sua vida que até então não conhecíamos.

Seus vocais poderosos começam na faixa June e correm para Hunger com uma transição perfeita de uma música para outra, quase como um poema cantado por uma mulher que deseja entender sua busca pelo amor e seu significado, Florence marca seu comeback com essa intensidade. Em South London Forever, Florence volta no seu tempo de faculdade e canta sobre seus momentos no telhado do museu de Florença, e nos conta conexões e como o tempo passa rápido, num piscar de olhos.

Florence não é boa apenas em mostrar sua intensidade através da voz, mas ela tem uma expressão corporal impecável em seus clipes, e assim como o vídeo clipe de Hunger, Big God é a manifestação clara da arte. Big God é sobre ter um grande buraco na alma e o clipe foi inspirado em parte pela pintura de Goya, chamada ‘WitchesFlight. Brilhante gente ❤

Sky Full OF Song é sobre a sensação de estar chegando aos céus, se sentir formidável porém solitária (quem nunca?), ao ponto de desejar ter alguém que fique por perto até nos momentos grandiosos da vida. Florence mostra suas inseguranças e dificuldades em se expressar em relação à sua família, quando ela canta Grace, é quase como um agradecimento a sua irmã mais nova que pelo visto tem um papel importantíssimo na família. Grace é uma das músicas mais pessoais e brilhantes de Florence, que soa como um pedido de perdão misturado com sentimentos de gratidão.

A sétima faixa do disco, Patricia é uma homenagem à ativista e artista norte-americana Patty Smith a quem Florence tem uma grande admiração, seguida de 100 Years onde o groove bate mais forte e Florence solta ainda mais a voz.  The End Love é onde ela trata em questão o amor de forma diferente, quando ele esta no seu fim, é uma canção bem pessoal que fala sobre os resultados de um amor que existe para preencher alguma carência ou necessidade.

Florence mostra que aprendeu a amar sem precisar remendar com outros amores fúteis, mas amar por livre arbítrio sem precisar entrar em um relacionamento para preencher algo no seu coração. Que hino. O disco se encerra ao som de No Choir e sobre se sentir bem consigo mesmo independentemente da situação que esteja e buscar equilíbrio na vida. Nas duas últimas canções ela canta sobre o amor que ela tem consigo mesmo, quando ela aprende a se sentir confortável em baixos e altos.

High As Hope vem recheado de vocais poderosos, violinos, baixos, pianos e algumas harpas, ela fez algo diferente, que soa tão poéticos quanto aos seus trabalhos anteriores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s