Justin Timberlake em Man of the Woods é um Vanguardista da sua Própria Carreira!

O homem da floresta está de volta gente. Justin Timberlake voltou e lançou Man of the Woods, seu novo disco de estúdio, depois de 5 anos. E bom, se você está esperando um retorno triunfal, uma carreira conceitual e todo aquele evento estilo diva pop, é melhor esquecer. Man of The Woods está sendo massacrado pela crítica especializada, e a gente nota o porquê, quando começamos a ouvir seu som.
 
Mas ok, o disco do cara nem é tão ruim assim gente, pelo menos dá uma chance de escutar. O disco é embalado com country, funk americano, senti um gosto de gospel e uma pitada de folk e soul. Um disco que vai muito para o gosto dos americanos. Ele serve muito bem para eles.
 
Admito que esperava mais do trabalho do Justin. A gente sempre espera um comeback grande não é mesmo? Quando ele resolveu lançar Filthy com aquela produção do clipe futurística, minha reação foi a frustração; como assim depois de 5 anos sem fazer nada além de trilha sonoras para filmes, você me solta uma música dessa Justin Timberlake? A música é vanguardista e possui a liberdade artística que JT quer mostrar. Demorou um pouco até eu me acostumar com esse novo que ele queria mostrar. O clipe de Filthy tem uma referência do evento que aconteceu no Super Bowl em 2004 com a Janet Jackson. Quando Janet teve uma exposição gigante, e foi massacrada pela mídia, e teve toda sua carreira injustiçada por conta disso. Timberlake não sofreu nenhum dano na sua carreira, muito pelo contrário. Justin deu umas entrevistas aqui e ali, se consolidou e usou o evento para se beneficiar, assim como fez com Britney Spears. Justin é um cara experto.
 
Mas enfim. O disco pode soar um pouco arrogante no começo. Midnight Summer Jam tem composições simples, mas que chamam a atenção por ter um ritmo dançante. Sauce pode ser comparada com Filthy, só que menos sexy e com um arranjo de guitarra gritante. Seguindo para Man of the Woods e Higher Higher extremamente fofas e apaixonantes. Say Something é o novo single em parceria com Chris Stapleton, o queridinho de Nashville, se juntou com Justin e fez uma música sem muito aprofundamento mas gostei da parte que ele canta “as vezes a melhor forma de dizer algo/ é não falando nada”, foi uma das canções que eu escuto e não vejo como encaixar no disco. A faixa Mornings Lights com Alicia Keys fala sobre amor e felicidade de forma gentil. Em Montanae Breeze of the Pond, a gente sente um pop-retro tão gostoso de ouvir. Daí em diante vamos ouvir muitos arranjos com violão e um vocal belíssimo. Até chegar no final com Young Man, que vem listando muitos conselhos e mostra como Justin lida consigo mesmo.
 
Timberlake deixa uma mensagem muito significativa em cada composição, ele fala que vamos sim partir o coração de alguém, sempre; estamos fadados a isso, mas não devemos ficar para baixo, não devemos recuar do que estamos predestinados a fazer, e sempre ser o protagonista da nossa própria história. Como a sabedoria vem com o tempo. E eu adorei que ele não fez um disco com composições alinhadas, em Man the of Woods, ele foi um explorador. Pode até soar como um desperdício de uma das maiores estrelas do pop, mas eu achei a cara dele fazer o que ninguém esperava, Justin renovou o pop que cantou fazendo sua arte à sua maneira.
 
Mesmo sendo pisoteado pela mídia, Timberlake quer continuar a fazer o próprio trabalho. Ele troca o terno e a gravata que usava em The 20/20 Experience pelo macacão e por algumas ferramentas de marceneiro e faz um disco típico. Mesmo com algumas músicas não fazendo sentindo ali. Esse projeto mostra o grande artista que Justin se tornou. O disco é dividido entre o urbano/futurístico e o rural/minimalista. O álbum não é perfeito, e pode ser apenas mais um projeto do Timberlake na indústria, mas não podemos fazer uma casa na árvore sem deixar uma bagunça!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s