The End Of F***ing Word é uma série Lindamente ácida e seca

Mas o ano mal começou e a mãe Netflix já nos presentou com uma série incrível. The End Of F**ing  Word, é uma séria britânica lindíssima, e você escolhe se vai querer chorar ou rir de nervoso. Ela inicialmente foi lançada pela Channel 4, depois a Netflix trouxe para seu catálogo de streamig, obrigado por existir garota s2
 
A série mostra dois adolescentes que se sentem igualmente deslocados no lugar onde vivem. James é um garoto que tem quase absoluta certeza, de que é um psicopata, o seu sonho no momento, é fazer e orquestrar, o seu primeiro grande assassinato. O que nos leva a Alyssa, uma menina rude com um linguajar super engraçado e sujo, que acha graça nas coisas que não fazem parte do padrão. Ambos os dois tem bloqueios emocionais e problemas familiares. James, tem problemas com seu pai e sua mão se suicidou na frente dele quando era uma criança. Já Alyssa tem os pais separados desde pequena e vive com sua mãe e padrasto, mas antes de você pensar que a garota tem uma vida perfeita se engana. O padrasto de Alyssa vive diminuindo ela, querendo mostrar sempre que ela é um membro insignificante da família, Alyssa quer morar com seu pai e se achar no mundo longe da sua mãe. Um ponto mostrado na série, é que o padrasto de Alyssa assedia ela toda a cena que estão próximos, a gente pega nojo do personagem muito fácil.
 
 
Eles vão viver uma jornada perigosa ao sair da cidade e andar em terras desconhecidas e dormir em lugares de pessoas estranhas. E no começo, a gente vai achar tudo muito assustador, não os adolescentes, mas as atitudes que os fazem parecer idiotas, sendo vistos como pessoas problemáticas. Mas com o tempo, a série desconstrói esses personagens, e vemos o porquê das atitudes. A arte imita a realidade né amores?
 
O enredo da série é ótimo, e o humor negro caiu super bem, deu uma combinação perfeita para a fotografia, que está belíssima, parece cenas de pintura gente, que remetem muito a um ar melodramático, funcionou bem essa pegada de drama com humor seco. Tudo é bem encaixado, os britânicos sabem fazer as coisas. E a série vai nos contar muito mais que dois adolescentes deslocados. A série mostra do começo ao fim, o desenvolvimento de um sentimento que James achava que jamais sentiria por alguém, e o bacana é que tudo acontece muito naturalmente, a vibe entre os dois é fundamental, e no final a gente vê que um nasceu para o outro. Uma produção completa dessa, merecia uma trilha sonora completa também, você vai ouvir jazz em quase todas a cenas, o que deixa tudo com um ar de requinte, e uma melancolia no ar, fazendo a série seguir para um rumo e cenário mais audacioso e propicio para os acontecimentos que se seguirão, sem aquela comédia podre entende? 
 
A série nos obrigou a ter empatia pelos personagens e entender os pontos de vistas dos dois protagonistas. Eu não sei se vai ter uma segunda temporada, mas eu to muito sedento pra ver o que acontece no final. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s