Reputation é a Evolução Gritante da Nova Taylor Swift

Um dos melhores e maiores lançamentos do ano aconteceu. Taylor Swift entregou o tão desejado manuscrito biblico Reputation, e os charts e o mundo estão jogados perante a reputação que Taylor Swift construiu. O Reputation é o sexto álbum de estúdio da Taylor, e claro, assim como em suas outras eras, ela se inovou e conseguiu entregar um trabalho de qualidade, diferente e agradável. Ok, sou fã e admiro muito o trabalho e a evolução da Taylor, prometo falar desse álbum incrível sem forçar muito a barra.
 
É claro que eu, e todo o resto do mundo estávamos esperando um comeback genuíno. Como muitos sabem, Tay tem a tradição de fazer disco de dois em dois anos, depois da briga midiática que ela teve com o Kanye West e Kim Kardashian,  ela quebrou sua tradição e lançou o disco depois de três anos, mas não foi só isso que foi mudado, o jeito como ela fazia as coisas mudaram também. Taylor não dava entrevistas, não apresentou seu lead-single no VMA, e até a forma que ela revelou o nome do disco mudou. Sua boa reputação, que existia, estava longe dela agora, e Swift sabia disso.
 
Mas Taylor conseguiu transformar todo ódio alheio em sucesso e hit. Vemos o primeiro single, Look What You Made Me Do, que, por mais que super criticado pela critica especializada, foi sucesso estrondoso. Taylor só estava mostrando o que estava por vir, e que uma Taylor Swift durona e debochada, voltou dos mortos pra responder a altura todos insultos que fizeram para ela enquanto ela entrava em hiato da era 1989.
 

 

 
Mas ainda colhendo os frutos do disco anterior, e sendo o mais aclamado, 1989, Taylor precisava fazer as pessoas esquecerem dele, então tinha que matar completamente aquela sonoridade e se refazer. E conseguiu. O disco foi liberado, e eu não sabia fazer outra coisa além de surtar. Igual uma garota. Eu esperava algo grande da parte dela, e minhas expectativas foram ultrapassadas. Ela fez 15 faixas e vamos falar de cada uma delas.
 

…Ready for It?

A primeira canção do disco, e o segundo single do Reputation. É uma música forte, com uma eletrônica, e batidas pesadas, Taylor pergunta se você está preparado para o que esta por vir. Uma canção, que serve pra fazer uma chamada de reunião, pra todos verem sua evolução.
 

End Game (feat. Future e Ed Sheraan)

A única faixa com parceria. Taylor mostra o resultado que sua fama e seu sucesso trouxeram na bagagem. A faixa é reflexiva, trás um rap delicioso. É uma canção que tem muito a oferecer e daria um ótimo single. Fala sobre amantes, e Taylor questiona o que está vivendo, e mostra como o amor funciona quando você é uma pessoa que tem fama e uma reputação a zelar. E a mensagem final para que o relacionamento dê certo é: NÃO DÊ OUVIDO AOS BOATOS!
 

I Did Something Bad

É de fato uma das minhas preferidas. As batidas, os trashs, os tiros eletrônicos conseguem envolver quem ouve e a sonoridade da Taylor se mostra tão evoluída que dá vontade de chorar. Essa canção e como se fosse a irmã mais nova de …Ready For It? Nessa canção a Tay parece mais confiante de si mesma, e mostra que ela vai se proteger de todos os ataques midiáticos. “Eles estão queimando todas as bruxas, mesmo que você não seja uma”, a faixa ardente é uma resposta fria, e uma forma de dizer “ei, a mídia e as pessoas, vão querer manchar sua reputação mesmo você fazendo tudo certo”.
 

Don’t Blame Me

No mesmo ritmo sombrio, com um eletro-pop que não corre apressado mas consegue ter uma melodia bonita e vibrante. A canção pode ser uma critica e uma resposta as pessoas que falam dela escrever músicas sobre seus relacionamentos, e ganhar dinheiro com isso.
 

Delicate

Em Delicate, a gente percebe que a antiga Taylor não está tão morta como ela diz. O seu lado doce envolve a balada eletro-pop, e o sentimentos, sentimento incertos, onde ela não sabe se o amor é reciproco, e argumenta uma possível relação, com os desafios dela ter uma reputação manchada. É tudo sobre sua reputação amore?

Look What You Made Me Do

Mas se a faixa anterior trazia uma Taylor doce e apaixonada, em LWYMMD, ela está mais fria e rancorosa do que nunca. É o lead-single do disco, e foi a forma mais convincente das pessoas verem como Taylor estava mudada. Não só na letra, mas no clipe, tem resposta pra todos que falam da sua reputação e transformaram sua vida num verdadeiro cenário midiático. Uma música muito bem feita, é vibrante e muito mais afiada que Bad Blood. Foi a introdução de uma era mais bem feita e palpitante.
 
 

So It Goes…

Mas é curioso a gente perceber que Taylor não foca apenas em dar resposta afiadas, a partir dessa faixa ela mostra que seu lado amoroso existe e é importante. Mesmo ela tendo uma fixação pelos haters, ela diz que o amor pode ajudar a esquece-los.
 

Gorgeous

A música é uma graça, é apaixonante, e mesmo não tendo muito a oferecer nas letras ingênuas que Taylor trás, não deixa de ser interessante. Muitas pessoas não gostam dela; pode ser porque a vibe e a sonoridade da canção é a mais o disco 1989? Pode ser! Mas não deixa de ser gostosa de ouvir A batida eletrônica-pop infantil oferece muito. A letra é apaixonante, e acho uma das formas mais delicadas de dizer o quanto você acha alguém maravilhoso. Taylor se mostra apaixonada e frágil, e a gente percebe novamente que a Swift antiga não está tão morta assim. Para de se fazer Taylor. falsa.
 

Gataway Car

A sonoridade anos 80 vive nessa canção. A música do álbum é cheia de metáforas e despedidas, fazendo parecer um pedido de desculpas para alguém que ela decepcionou. Estamos falando de Tom Hiddleston? Na qual ela namorou por um período bem turbulento, pós-termino com Calvin Harris. Bom, a canção é bem dramática e aquela deixa claro que não é boa em ser má.
 

King of My Heart

Uma canção extravagante, e mostra em como Taylor é boa em fazer músicas de amor. Os sintetizadores na faixa, deixam as coisas mais interessantes. Enfim, ela está disposta a dar seu coração  e sua alma para o relacionamento dar certo. Bom ver que ela não focou só na amargura e no shade. Amém.
 

Dancing With Our Hand Tied

Taylor dança com as mão atadas com um parceiro em meio ao caos. A faixa pode começar paradinha, mas depois, ela te entrega uma balada maravilhosa. Nada demais.
 

Dress

Uma mulher mais sexual está disposta a te provar seu amor “Comprei um vestido só para você poder tira-lo”. A canção é cantada com sussurros e respirações ardentes. Não brinco com essa mulher, porque ela faz músicas com sussurros e batidas eletrônicas. A canção é doce e foge da Taylor durona que se esforça pra se manter, durante o Reputation.
 

This Is Why We Cant’t Have Nice Things

Se em Look What Made Me Do, Taylor alfinetava todo mundo abertamente, nessa canção o foco é claro que os amigos da onça e Kanye West. A canção que mais gostei de todo o disco. Taylor é debochada, do jeito que eu gosto, e usa os melhores elementos do pop pra manter o sarcasmo. “O perdão é uma coisa boa a se fazer” logo depois de cantar esse verso, ela solta uma gargalhada fiada e gritante, mostrando o nojo que ela sente das pessoas que a apunhalaram pelas costas. 
 
CAPA DO DISCO


Call It What You Want

Com toda certeza uma das mais fofas e apaixonadas. Aqui fica claro que Taylor já não liga mais para os haters e nem para o que a mídia diz dela. A música assim como a maioria do Reputation tem baladas eletrônicas forte, que conseguem se sustentadas pelo vocal doce e angelical que ela faz. 
 

New Year’s Day

Depois que o furacão Swift passa, e tudo que ela quis dizer passa também, é hora de finalizar o disco com uma calmaria acústica. Taylor, tem lá seus momentos de escrever grandes canções, fortes e gritantes, mas tem os momentos de fazer musicas sentimentais e calmas o suficiente como formas de dizer que esta tudo bem agora. Amei essa sintonia com os fãs. Onde ela vai no profundo do seu intimo e trás a angelical pra gente, deixando de lado o excesso de produção, ela encerra essa bíblia dignamente pra ninguém botar defeito.
É isso, quem gostou bate palma quem não gostou paciência!
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s