A Dominação da Dua Lipa é Real

Dua Lipa é a novata da indústria musical, e ela vem se destacando muito ultimamente depois de transformar New Rules em single e mostrar como se faz clipe e fazer um clipe digno de uma artista. Dua mostrou a todos, um dos melhores álbuns pop do ano, dançante, e eletrônico, você não fica parado em nenhuma faixa.
 
Dua Lipa, é uma artista que tem muito a oferecer. Ela é talentosa, e vai muito longe ainda. Desde que a indústria passou a confiar no seu talento, ela tem ganhado um espaço muito grande, e eu estou falando pelo mundo inteiro viu? Eu lembro quando eu ouvi a voz da Lipa pela primeira vez, bom, de inicio é claro, eu nem dei muito importância, afinal, ela poderia desaparecer a qualquer momento, poderia ser apenas mais uma na multidão. Infelizmente, é assim que funciona na indústria da música, você tem que trabalhar muito duro pra conseguir alcançar o topo e ser reconhecida, ou ter alguma ajuda de influência. Mas o talento da Dua foi maior que o flop que rodeia artistas pequenos. E claro, eu mordi a cara, e hoje sou fã dessa mulher.
 
Lipa lançou recentemente seu álbum de estréia. É claro, depois de vários adiamentos, depois de muito preparar o terreno pra entrar no cenário, e mostrar sua personalidade. Porque um álbum de estreia não pode ser feito de qualquer maneira, ele tem que ser estudado, pois é a porta de entrada de um artista, é ali que vemos como será sua sonoridade e afins.
CAPA DO DISCO HOMOGÊNEO DUA LIPA
Mas se você passou o ano pedindo por pop, o disco Dua Lipa é a salvação. Dua não erra em nenhuma faixa. Temos a farofa que adoramos cheia de sintetizadores. Ela mostra que os saxofones nas canções não saíram da moda, e acerta em cheio em cada movimento, até mesmo quando sai da sua zona de conforto.

 

 
O álbum começa com Genesis, e mostra o começo de um futuro relacionamento. Seguida da parceria com Miguelem Lost In Your Light, a baladinha anos 80 está feita. Mas se em Genesis, Dua mostrava o começo de um amor, em IDGAF, ela está mandando o boy se f**, aqui o pop se mostra mais intenso com o coro bem feito. Em Garden, a calmaria chega, e a potência vocal da artista é posta a prova de novo.  No Goodbyes, é quando Dua finalmente diz adeus à algo que a machuca, com um piano apoiado de batidas computadorizadas, ela mostra que o relacionamento chega ao fim. 
Thinking ‘bout You é a faixa mais gostosa do disco, a versão acústica te ganha aqui, e ela mostra as influências R&B. New Rulesmostra a ditadora Dua dando conselhos pra você largar mão de ser trocha, o saxofone predomina e o hit é real. Amém. Beggingé uma aposta ótima pra single, a faixa é uma delicia e a explosão no coro da musica deixa as coisas mais quentes e os elementos pop predominam. Não iremos encontrar só um disco dançante, pois em Homesik, as coisas mudam e a baladinha romântica te deixa respirar, com pianos e o vocal delicioso da Lipa. Dreams é uma faixa com um ritmo acelerado e gostoso de ouvir, e pelo visto Dua seguiu muito bem as regras em New Rules, já que aqui as coisas estão indo de acordo como a cantora quer. Room For 2, New Love e Bad Together mostram como Dua sai da sua zona de conforto pra experimentar outras batidas e mostrar como ela fica confortável em outras sonoridades sem sair do pop. Pra terminar esse disco, Last Dance é convidativa, e nos faz querer dançar mais um pouquinho antes de pedir por mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s