‘Tell Me You Love Me’ da Demi Lovato é explosivo e afiado

Vem cá, senta aqui que agora vamos falar do presentinho que setembro nos deixou. Pois é, estou me referindo ao disco de estúdio da dona da voz, Demi Lovato.
Tell Me You Love Me, é o sexto trabalho da nossa princesa, e olha, estamos sem palavras pra esse disco maravilhoso que Lovato nos entregou. E se você não gostou ou insiste em implicar com ela (igual eu) escuta mais algumas vezes e engole, porque esse CD é pra soltar verdades e dizer o quanto Demi brilha.
Não vou mentir que eu não esperava muito desse trabalho. Porque? Aaah gente. Quando eu escutei Sorry Not Sorry, só conseguia pensar no primeiro single do ConfidentCool for The Summer, por mais que a letra e o som soavam diferentes, mais inusitada, audaciosa e cheia das indiretinhas, eu estava meio recioso com o som que o disco trilharia. Mas Demetria conseguiu se reformular, e se a moda da industria é jogar veneno e shade pra todos os lados, Demi esta fazendo certo, porque esse é um álbum pra agradar fãs e pisar nos haters.
Tell Me You Love Me, é recheado com muito R&B. Sim. Demi jura de pés juntos que seu trabalho tem referências a Aretha Franklin e Xtina Aguilera, eu não vou negar que Demi tem voz pra dizer isso.
Longe de ser uma música inocente, Sexy Dirty Love é uma canção que representa bem o sexo casual, desculpa, é só nisso que pensei quando olhei a letra. É uma música que vicia nas primeiras batidas. Já que antes dela, vem a dramática Tell Me You Love Me, mostra uma Demi arrependida e precisa do amor de um certo alguém. Mas calma, se em Tell Me You Love Me, Demi diz que precisa ouvir da sua boca que a ama, em You Don’t Do It For Me Anymore, ela chega dizendo que não precisa de você, que ela mesma se basta. Demi esta disposta a falar sobre seus relacionamentos passados que não deram certo.

 

Seguindo para a minha favorita Daddy Issues. É uma musica paulera, com batidas nervosas, e fala de alguma maneira, sobre o relacionamento que ela tem com o pai dela. Ruin The Friendship, é uma canção picante e provocadora, feita para aquela amizade que voce sonha em pegar um dia. Lonely é a a única canção com participação, E pra compensar, é com Lil Wayne. A batida é suave e provocadora, falando sobre amores vazios e sem sentido, Demi diz estar sozinha. Seguida de Cry Baby pra reforçar a solidão que ela enfrenta, repare nas batidas com metais, uma mistura perfeita com o pop. Ai a Demi arrasou aqui. Além do mais ela parece estar trabalhando muita mais nesse disco. Os lovatics pediram mudanças e Demi trouxe.

capa do disco

 

Demi destruiu no conceito, esmurrou os haters e subiu para um novo patamar da sua carreira. Seu sonho de ter um Grammy está mais próximo do que nunca. Demi nos prometeu um álbum elaborado para fãs, e ela fez o que não tinha feito e mostrou um som mais maduro e sexy.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s