Venha testemunhar a nova era da Katy Perry – Ela preparou Witness, é bom gostar!


SWISH SWISH, BISH…


                                                           o o o o

Pois então meus amores, a nossa rainha voltou de vez, voltou pra mais um era totalmente diferente e extravagante. Katy Perry conseguiu fazer o que sempre faz, e com sucesso. E a moda de ‘ser você mesma’ no mundo da música, caiu super bem pra nossa eterna doceira.

                                                           o o o o

Katy Perry lançou recentemente o sucessor de Prism, e nossa, ja estava sentindo saudades de um toque culinário nas playlists, então ela me solta Witness. Um álbum todo trabalhado na sensualidade, com canções fortes que diz muito sobre o que Katy se tornou. E não, não adianta ficar falando que Katy flopou, porque isso não é verdade. Ela voltou mais madura, mas social e politizada do que antes, e mais sensual do que nunca, e todo esse trabalho vale a pena. Notei que por mais que os charts sejam super importantes pra carreira dela, Katy meio que, não está ligando para isso. Ela só esta fazendo a sua arte de cantar e fazer músicas conforme ela quer, e provando ter maturidade e paciência o suficiente para responder a ataques de haters, mesmo sendo grandes divas da indústria (To falando de você Taylor Swift).


Quando Katy Perry lançou o Chained to the Rhythm eu disse “ok, isso é bom, queremos mais Katy Perry” e devo dizer que senti uma pontada de decepção quando ela me apresentou o Bon Appétit com Migos, pois o single promocional foi a pegada mais diferente e distante que Katy já havia feito pra nós. Deve ser porque eu já estava acomodado ao estilo que ela sempre mostrou. Uma inocência sexy sem apelar muito ao adulto. Pois bem, passado isso, eu já havia aceitado que a Katy Perry de Teenage Dream havia morrido, e estávamos diante de outra mulher que saiu do preparo de doces e bolos, para uma coisa mais picante (?). E então ela resolve soltar um tiro com Swish Swish em parceria com Nicki Minaj foi o ponto alto da divulgação e ai eu pensei comigo “caralho, Katy Perry ta fazendo um jogo com a gente”. A partir daí soube que Katy Perry se reinventou, formou um estilo e deu um novo conceito pra sua carreira. Literalmente. De mudança de sonoridade a estilo de roupa e penteado de cabelo. E se você esperava mais um Firework 2.0, pode dar meia-volta pois Witness trás um tiro muito diferente dos fogos de artifício. MINHA KATY PERRY TA VIVA.
Capa do Disco Witness
Depois que ouvi Witness, vejo agora outra Katy Perry. Consigo ouvir uma outra voz que trás tons verdadeiros e mais marcantes, não que em outras eras Perry tinha sido outra pessoa, mas no momento, ela esta sendo o que ela precisava ser no agora, entende? Ela já chegou quebrando recordes, pegando seu lugar merecido na industria e está com uma divulgação pesada. Poweré a prova de que ela é dona de si mesma e temos que mostrar respeito. Pendulum e Into me You See são marcadas por um trap e R&B delicioso e irreverente, por isso, meu anjo, é melhor você ir testemunhar o trabalho da pastora Katy Perry o mais rápido possível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s